3 dicas para saber se vale a pena gastar tempo numa actividade

by - 08:11

A rotina faz parte da nossa vida e é o ganha pão mas também tem de haver espaço para passeios, hobbies e outras atividades que nos realmente dão prazer. Para mim, o que me dá mesmo prazer é fazer cursos e aprender mais.


Em 2016, percebi que não fiz nenhum curso como tenho feito ao longo dos anos: não houve aulas de línguas, não houve formação pós-laboral, não houve um workshop para me ocupar e fazer crescer em duas semanas. E quando fico muito tempo sem fazer nada, sinto-me a parar e preciso de me entreter com algo, para sentir que estou a alargar os meus horizontes, a arriscar e a crescer mais um pouco todos os anos.

Assim, para 2017, quero tirar algum curso em alguma área que me possa trazer valências importantes no longo prazo. Mas a escolha não é fácil: tenho de escolher o curso, a área de atuação, o estabelecimento de formação. Tenho ainda de investigar programas, preços, horários e formadores para saber realmente qual o valor que aquela pequena formação vai ter para mim.

Quando alguém nos convida para um workshop de fim-de-semana, acho que há 3 perguntas simples que devemos fazer a nós mesmos para saber se compensa fazer determinado curso.

1: É INTERESSANTE?
É interessante? Desperta a nossa curiosidade? Íriamos ter prazer a discutir temas sobre aquela área? Gostávamos de aprender mais sobre isto? Muitas vezes há cursos que parecem muito bem programados mas simplesmente não temos interesse em adquirir competências nessa área e por isso não valem o nosso tempo.

2: É RELEVANTE?
Tirar aquela formação ajuda na minha profissão? Vai-me dar competências para desenvolver o meu próprio negócio? Vou conseguir aplicar as skills em algum projeto? Está de acordo com os meus objetivos?
Por exemplo, tenho um grande interesse na área de Recursos Humanos mas sei que nas funções que estou a desenvolver agora, saber sobre RH não me vai trazer um conhecimento que beneficie positiva e directamente o meu trabalho. Por isso, se só poder fazer um curso, dou prioridade a outros que estejam de acordo com os meus objetivos e que possam ter um impacto positivo e direto no meu desenvolvimento profissional.

3: É IMPORTANTE?
Por vezes, não é por o curso ser interessante ou relevante para a nossa formação, mas sim porque é importante para nós termos algum conhecimento naquela área. Porque sempre tivemos aquele hobbie, porque realmente gostávamos de aprender mais, porque encontramos uma boa oportunidade de aprender mais sobre algo que nos apaixona.
Para mim, isto tem a ver com o curso de Fotografia: é um curso que tenho curiosidade de tirar, não é assim tão relevante para o meu trabalho, mas é importante para mim ter mais conhecimentos para poder tirar fotos, pois é algo de que gosto muito.


Assim, quando estamos em dúvida, muitas vezes devemos ser práticos e ver se o nosso tempo valioso é bem gasto numa atividade. Contudo, há investimentos que nada têm a ver com recompensas monetárias ou com desenvolvimento profissional, mas sim com o simples prazer de poder concretizar uma paixão que se tem. Como tal, o melhor investimento de tempo em aprender é quando o conteúdo é interessante, a sua aplicabilidade é relevante e é muito importante para nós fazermos aquilo neste momento.

You May Also Like

2 comentários

  1. Respostas
    1. Quanto mais prático somos, mais estamos focados nos nossos objectivos :)

      Eliminar

Instagram

<>