As oportunidades não acontecem, criam-se

by - 00:23

A vida é um poço de oportunidades mas há aquela oportunidade que muda a nossa vida.

Já disse que não acredito nessa grande oportunidade, nesse destino em que acreditamos que nascemos para fazer algo: se for assim, então eu nasci para gostar de tudo.

Mas voltando às oportunidades, desde pequenos que somos confrontados com elas: quando os nossos pais nos mandam para a escola, temos a oportunidade de conhecer pessoas e fazer amigos que vão moldar a nossa oportunidade e as relações que temos com as pessoas. Quando fazemos algum desporto ou integramos alguma equipa de trabalho, temos a oportunidade de criar um projeto e lutar por ele. Quando vamos para o mercado de trabalho e nos expomos a todo o tipo de empresas, temos a oportunidade de desenvolver as nossas capacidades em determinados contextos.

As oportunidades existem, mas não acontecem por si só. As pessoas pensam que vivem a sua vida e as oportunidades aparecem. Sim, há diversos estímulos que acontecem todos os dias mas eles só se tornam em oportunidades se tivermos abertos a vê-los como tal.

Somos nós que criamos as oportunidades e somos nós que corremos atrás delas e as aproveitamos. E quando apanhamos certas oportunidades, mais oportunidades certas vamos gerar.

Quanto falamos de oportunidades de carreira, as oportunidades podem ser vistas de maneiras diferentes:

Podemos pensar em dar uma vista de olhos para perceber como está o mercado.
Podemos ainda pensar em mudar e mandamos currículos e vamos a entrevistas até que entendemos que temos uma oportunidade para renegociar as condições onde estamos.
Podemos querer novos desafios e procurar novos cargos.
Podemos querer mudar de área completamente e começar do zero.

Passados dois anos, quando falamos de oportunidades de carreira, vemos as coisas de outra maneira:

Podemos procurar algo porque queremos um outro salário.
Podemos procurar uma empresa que esteja mais perto de casa.
Podemos procurar novos desafios.
Podemos mudar de área para termos mais oportunidades.
Podemos procurar formações para ganharmos skills em áreas complementares à nossa formação.

Contudo, estas oportunidades não caem do céu. Para eu poder mudar de trabalho e ir para uma área diferente, se calhar tive de tirar um curso de três meses e lá conheci uma pessoa que me facilitou o contato para o trabalho seguinte.
Para eu poder mudar de empresa, tive de procurar as oportunidades do mercado ou perguntar aos meus amigos se conhecem alguma oportunidade interessante para mim.

Eu não fiquei em casa à espera que um amigo meu me ligasse e dissesse: "olha eu sei que tu gostas imenso de Marketing e tenho a certeza que queres mudar de área por isso toma lá o cartão deste fulano fala com ele e tens o lugar na empresa dele!"

Isto não é possível - foi preciso eu comentar com o meu amigo que estava à procura de algo; foi preciso pedir-lhe a opinião e ajuda; foi preciso eu fazer o contato com a pessoa em questão; foi preciso passar uma série de etapas para que a oportunidade da vida acontecesse.
E MESMO ASSIM, temos de continuar a criar oportunidades porque a vida nunca nos deixa encostar à box. Não é por termos aproveitado uma oportunidade que temos a vida cheia de oportunidades. Uma porta aberta pode levar a mais cem portas mas se essas cem portas não forem aproveitadas, elas fecham-se e quando quisermos temos de abrir mais portas e criar mais portas.

As oportunidades não acontecem por acaso. O caminho que fazemos durante a vida não acontece por acaso. O caminho é definido pelas oportunidades que vamos aproveitando, pelas oportunidades que colocamos de lado, e pelas oportunidades que vamos criando. E em qualquer etapa, podemos mudar de curso, porque as oportunidades não nos acontecem, somos nós que as criamos.

E quando percebemos que criamos as oportunidades na nossa vida, a vida torna-se nossa e somos responsáveis pelo nosso caminho. Podem haver muitos desvios mas o que interessa é que saibamos que se ainda não temos o que queremos, tudo o que precisamos de fazer é ir atrás e criar a oportunidade que queremos - porque as oportunidades não nos vêem bater à porta, somos nós que vamos bater à porta e as abrimos.

You May Also Like

5 comentários

  1. Ena! Post porreiro! Gostei bastante da tua filosofia 😃

    ResponderEliminar
  2. Ena! Post porreiro! Gostei bastante da tua filosofia 😃

    ResponderEliminar
  3. Concordo contigo, realmente se cremos oportunidades, temos mesmo é que as criar. Realmente, quando falaste do tema do teu blog na tertúlia fiquei logo com vontade de vir espreitar, uns dias depois cá estou: confirma-se gosto muito do que escreves e quero muito ver essa primeira newsletter ;)
    Beijinhos, Mafalda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Mafalda, muito obrigada pelo comentário :) Espero que esteja à altura de escrever coisas de que gostas e certamente vou estar atenta ao teu blog (só o nome é algo que achei super original e giro!)
      Beijinhos :)

      Eliminar

Instagram

<>