4 Formas de utilizar o Linkedin

by - 11:20


O LinkedIn pode ser considerada uma rede social mas é muito mais que isso.

Quando lançada em 2003, parecia ser apenas uma forma das pessoas terem o seu curriculum vitae numa página. Assim, numa das trezentas mil candidaturas de emprego que as pessoas enviam todos os dias, em vez de enviar um PDF, envia-se um link com um perfil básico.

Mas o LinkedIn cresceu: com todas as suas funcionalidades, por vezes, esqueço-me de que esta plataforma tem, principalmente, a função de me apresentar profissionalmente ao mundo e de me manter em contacto com outros profissionais, empresas da indústria e figuras de referência em qualquer segmento do mercado.

E para que não pense que o LinkedIn é apenas o"Facebook das empresas", ficam aqui quatro formas que podemos utilizar esta plataforma, como forma de desenvolvimento profissional e pessoal:

1. CV

A nossa página de perfil é o nosso instrumento básico: é o nosso curriculum, que contempla todas as experiências profissionais, extra curriculares, formações, serviço de voluntário, diplomas, prémios, ensaios, etc. Todo o conhecimento que nos formou como seres humanos pode ser colocado nesta página dinâmica que está em constante actualização. Faça um perfil básico e depois comece a adicionar pequeno pormenores que podem fazer a diferença entre um perfil normal e um perfil com personalidade.

2. Lista de Contactos

Mais do que ter um currículo, o objectivo do LinkedIn é poder ligar-se aos seus colegas de trabalho, a pessoas relevantes na sua indústria, a mentores que o possam ajudar na sua carreira profissional. Não só é importante conectar-se com as pessoas que conhece, como amigos e colegas de trabalho, mas também pessoas com quem gostasse de trabalhar. Ter uma conexão permite-lhe estar visível para outras pessoas, o que alimenta o seu perfil e actividade na plataforma. Contudo, o importante não é ter o maior número de conexões possível: estas devem ser feitas consoante os seus interesses na área e de progressão de carreira.

3. Procura de oportunidades

Provavelmente é a ferramenta mais utilizada no LinkedIn. As grandes multinacionais começaram a dinamizar esta área, ao fazerem a articulação entre a página de carreiras do LinkedIn e dos seus próprios websites. Considerada a rede social "mais séria", é de esperar que os interessados tenham no seu perfil toda a informação relevante e o real interesse em concorrerem à vaga anunciada. Desta forma, o LinkedIn facilita um contacto mais directo entre empresa e candidato: com a visualização imediata do perfil e até mesmo a comparação com outras pessoas que também concorreram, é uma forma eficaz de recrutamento, especialmente para cargos com competências específicas.

4. Partilha de conteúdos

Não fosse uma rede social mais do que a partilha de contactos mas também de conteúdos, o LinkedIn Pulse dá a oportunidade a qualquer pessoa de poder partilhar notícias, as suas experiências e artigos de opinião. Esta recente funcionalidade é utilizada por marketeers, jornalistas, escritores, profissionais de RH para partilharem as suas análises sobre o mercado de trabalho, marketing digital, recursos humanos, gestão de equipas e de tempo e outros temas falados nesta comunidade. A partilha de conteúdo traz visibilidade ao perfil e pode também ser uma forma de conectarmos com pessoas com os mesmo interesses.

No fundo, o LinkedIn é uma plataforma não para pessoas "sérias", mas para pessoas com real interesse na sua profissão, na criação de networking e na partilha de experiências, num ambiente que privilegia o profissionalismo e a excelência profissional - se ainda não sabe como funciona, então está na altura de experimentar!

You May Also Like

0 comentários

Instagram

<>